PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS

Blefaroplastia

É a cirurgia das pálpebras. Indicada para correção de excesso de pele e/ou bolsas de gordura nas pálpebras superiores e inferiores. Podendo, em certos casos, melhorar o aspecto funcional além de estético O excesso de pele aparece normalmente com o envelhecimento, devido à flacidez que ocorre na pele com o passar dos anos. Com o enfraquecimento de estruturas faciais, as bolsas de gordura tornam-se mais aparentes. Há, portanto, um olhar cansado e triste, além de possível interferência na visão. Importante lembrar que a blefaroplastia não corrige pés de galinha, rugas profundas, sobrancelha caída, olheiras ou inchaço ao redor dos olhos. Muitas vezes o problema das pálpebras ocorre devido a fatores clínicos, não estando indicada qualquer cirurgia (olheiras, edemas, etc.).

Nestes casos, mesmo que se opere devidamente as pálpebras, ainda assim persistirá um percentual do defeito original, decorrente do distúrbio clínico associado. A blefaroplastia pode ser realizada na pálpebra superior, inferiores ou ambas, dependendo da indicação.

Pode ainda ser associada a aoutros procedimentos como peeling, botox, elevação das sobrancelhas ou ritidoplastia para melhores resultados, dependendo de cada caso.
Cicatriz e resultados finais: Sendo a pele das pálpebras de espessura muito fina, as cicatrizes tendem a ficar praticamente disfarçadas nos sulcos da pele.. O edema (inchaço) dos olhos varia de paciente para paciente. Normalmente há recuperação em 3 a 7 dias para atividades habituais. Mas somente após o 3º mês é que poderemos dizer que o edema residual é discreto. Em alguns casos há manchas roxas ou avermelhadas que são decorrentes da infiltração do sangue na pele subjacente, e mesmo na conjuntiva ocular; são devidas ao próprio trauma cirúrgico. Isto, entretanto, não constitui qualquer problema futuro, sendo uma ocorrência transitória e reversível.


Anestesia: Anestesia local com sedação Tempo de cirurgia: em média 1 a 2 horas. Tempos de internação: 30 minutos após o término da cirurgia.

 

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS

1)Serão solicitados exames pré operatórios;
2) Comunicar antes da cirurgia, em caso de gripe, febre ou qualquer outro problema de saúde;
3) Parar de fumar no mínimo 30 dias antes da sua cirurgia;
4) Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito fartas, na véspera da cirurgia. Jejum pré operatório de 8 hs, inclusive água no caso de sedação;
5) Evitar chá de Picão, Arnica, Ginkgobiloba, Castanha da Índia, Cápsulas de Alho, anti-inflamatórios e qualquer medicamento que contenha AAS (ácido acetilsalicílico) 10 dias antes da cirurgia, pois poderão interferir no processo de coagulação. Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos;
6) No dia da cirurgia tomar banho com sabão antisséptico antes de ir para o hospital, não passar cremes, óleos, perfumes e maquiagem. Retirar esmaltes de cores escuras e qualquer tipo de jóias (anéis, alianças, brincos, pearcings);
7)Pacientes que usam medicação para pressão alta, deverão tomá-los no horário habitual, mesmo em jejum. Em caso de diabetes, a medicação não deverá ser tomada em jejum. Informe-se com o médico;
8)Levar ao hospital todos exames pré operatórios e risco cirúrgico;
9) Não fazer maquiagem no dia da internação;
10) Trazer óculos escuros;
11) Compareça acompanhado (a) para a internação.

 

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS

1) Atividades físicas mais intensas somente após 15 a 20 dias;
2)Consultas e acompanhamento médico pós operatório é indispensável;
3) Alimente-se saudavelmente e hidrate-se bastante. Dietas nesta fase podem ser prejudiciais. Após o segundo dia, não há restrições alimentares;
4) O uso de óculos escuros e boné ou chapéu é indispensável durante o período em que a área da cirurgia apresenta-se arroxeada;
5)A retirada dos pontos ocorre após 7º dia de pós operatório;
6) Edema e os equimoses pós-cirúrgicos, assim como algum desconforto nos olhos são esperados. Entre duas a três semanas, normalmente, os hematomas já terão diminuído a ponto de estarem quase invisíveis;
7) Não traumatizar nem “coçar” os olhos;
8) Dependendo de sua evolução pós-operatória, você poderá voltar às suas atividades normais, após 3 a 4dias;
9) No pós alta imediato, é importante o repouso no leito ou em cadeira com cabeceira elevada;
10) Nos primeiros dias, pode haver lacrimejamento, desconforto nos olhos, uma sensação de leve queimação e embaçamento visual. Estes sintomas são normais e podem ser atenuados com a utilização de colírios apropriados. As lentes de contato são permitidas após 10 dias e podem parecer desconfortáveis inicialmente;
11) Manter gazinhas umedecidas em Soro Fisiológico gelado por 48h após a cirurgia;
12) Pingar colírio durante o dia, e passar a pomada durante a noite, conforme prescrito pelo médico;
13) Resultados definitivos: Entre 3 a 6 meses. A cicatriz costuma ficar avermelhada por alguns meses, tendendo a clarear entre 6 meses e um ano, dependendo do tipo de pele e genética da paciente. Portanto, o resultado definitivo é atingido, no mínimo, após 6 meses da cirurgia, período necessário para a acomodação dos tecidos e completa cicatrização.

 

Resumo

CIRURGIA: CORREÇÃO DAS PALPEBRAS
INDICAÇÃO: EXCESSO DE PELE E BOLSAS DE GORDURA
NECESSIDADES NO PÓS OP: USO DE OCULOS ESCUROS E COMPRESSA FRIA
DURAÇÃO: 1 A 2 HORAS
ANESTESIA: LOCAL COM SEDAÇÃO
INTERNAÇÃO: HOSPITAL DIA
RECUPERAÇÃO COMPLETA: APROXIMADAMENTE 30 – 45 DIAS
RETIRAR: PONTOS 7 A 10 DIAS
OBJETIVO: REJUVENESCIMENTO AREA PERI OCULAR
DRENAGEM LINFÁTICA: NÃO NECESSÁRIA


Vídeo do Procedimento
Agende sua Consulta
Entre em contato conosco, atendemos de Segunda a Sexta, das 8h às 18h.
Copyrights ©2017 - Dra. Samantha Andrade Maia, Cirurgiã Plástica